Hora Certa

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Tempo errado na novela "Caminho das Índias"


Não me admiro que as críticas estejam sendo tão implacáveis com a novela da Glória Perez. É visivil os erros da autora. Fico impressionado com tamanhos absurdos. O cenário é lindo, o figurino maravilhoso, mas as falas são ridículas e sem sentido.

E parece que os indianos não estão nada empolgados com a trama.


Acompanhe o texto do blog Noveleiros:



Em Caminho das Índias, os intocáveis - que não pertencem a nenhuma casta na sociedade indiana - estão buscando um lugar na sociedade e querem tratamento igual aos "superiores". De acordo com indianos que vivem no Brasil, entretanto, isso só mostra que a obra de Gloria Perez está culturalmente equivocada e atrasada no tempo, conforme mostra o site Yahoo.
- Os dalits não são mais pessoas discriminadas na Índia. A autora precisa atualizar essa novela, tudo o que vejo lá é de, pelo menos, 60 anos atrás - critica Dinesh Rajput, de 36 anos, que vive no Brasil há 11 anos.
Outro erro apontado por Dinesh são as expressões usadas pelos personagens:
- Nós indianos ficamos aflitos em ouvir as gírias erradas. 'Badi', por exemplo, que é usada em referência ao pai, está errada. 'Badi significa balde, 'Babadi' que significa pai - diz.
As cenas com relação sexual entre os protagonistas Maya (Juliana Paes) e Bahuan (Márcio Garcia) também chocaram os indianos. Segundo Bianca Shiva Nandini, monja e presidente da Associação Cultural Brasil Índia, há uma cultura muito forte quanto à família e ao casamento naquele país:
- Maya seria expulsa da família e excomungada - revela.
Glória Perez e sua equipe, porém, continuam dizendo que a pesquisa realizada em sites de relacionamento e blogs é fiel à realidade atual da Índia. (Fonte: Clic RBS)

Nenhum comentário: