Hora Certa

terça-feira, 17 de março de 2009

Clodovil faleceu a pouco


Aos 71 anos, o deputado Clodovil Hernandes (PR-SP)faleceu vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). Sua morte foi constada a pouco, em São Paulo. Clodovil foi uma das figuras mais populares que se teve notícia. Estilista, apresentador e assumidamente homossexual foi responsável por uma revolução de costumes. Sem papas na língua, provocou, foi provocado e era amada e odiado na mesma proporção. Foi e continuará sendo uma das pessoas mais imitadas por humoristas das mais diversas gerações.
Os médicos disseram que a córnea, a íris, o fígado e o coração do deputado devem ser retirados para doação. Segundo os médicos, a autorização para a retirada foi dada por assessores e pelo Ministério Público, uma vez que ele não tem parentes próximos com os quais mantinha contato.
O corpo do parlamentar será levado às 22h do hospital Santa Lúcia para ser velado no Salão Negro da Câmara, por pelo menos duas horas. Depois, o corpo será levado para São Paulo, onde deve ser velado na Assembléia Legislativa.

Entenda o que é um AVC
Um acidente vascular cerebral, também chamado de "derrame cerebral", acontece quando há algo errado na rede do sistema circulatório que irriga o cérebro. O tipo mais comum é o AVC isquêmico, em que há um entupimento de vasos sanguíneos e a interrupção do fluxo de sangue, prejudicando as células cerebrais. O mais raro, que acaba de acometer Clodovil, é o AVC hemorrágico. Nessas circunstâncias, em vez do entupimento de vasos, o que ocorre é o rompimento. O sangue "vaza" dentro do cérebro e provoca um coágulo, e é esse coágulo que pode matar células cerebrais e deixar sequelas graves.

Um comentário:

RB disse...

Faleceu HÁ pouco (é passado!)