Hora Certa

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Semana Farroupilha: vanera “Façanhas por ideais de Farroupilhas Imortais” é a música tema


Escrita pelo poeta Albeni Carmo de Oliveira com a música de Francisco Fighera e Clóvis Frozza, a música-tema da Semana Farroupilha 2009 é a vanera “Façanhas por ideais de Farroupilhas Imortais”,
A canção que embala esta festividade em todo o Rio Grande do Sul seguiu o temário “Os Farroupilhas e suas façanhas” e relembra diversos episódios da epopéia farrapa.
Esta obra tem como o objetivo de promover a maior festa popular de nosso Estado a “Semana Farroupilha”
O concurso contou com mais de 20 composições inscritas. Primeiramente, o Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF) realizou uma triagem de todas as composições, avaliando a adequação ao Regulamento do evento.
Na fase final, dez composições disputaram o prêmio de R$ 2 mil, em uma apresentação no parque Nercy Liberato da Conceição, em Santo Augusto. A Comissão Julgadora foi formada pelo presidente do IGTF, Manoelito Savaris, pelo cantor Valdomiro Maicá e pelo repentista Volmir Martins.
Em Bento Gonçalves a comissão organizadora dos festejos Farroupilhas que acontece de 12 à 20 de setembro no Parque de Eventos é presidida pelo tradicionalista Sérgio de Toni, composta pela ABCTG, Prefeitura Municipal e Brigada Militar 3º BPAT, com o apoio da 11ª Região Tradicionalista.

FAÇANHAS POR IDEAIS DE FARROUPILHAS IMORTAIS
Autor da Letra: Albeni Carmo de Oliveira
Autores da Música: Francisco Carlos Fighera e Clóvis FrozzaEstribilho

Avante, não retrocedam,
Porque a luta tem suas manhas,
E só quem tem ideaispode contar suas façanhas.
Depois da ponte da Azenha,
O grito de liberdade,
A República Riograndense,
Já era uma realidade,
Piratini, capital
Dos sonhos de igualdade,
E tremula a tricolor,
Com ventos de humanidade.

Depois da prisão em Fanfa,
Levado ao Rio e à Bahia,
Bento fugiu pelo mar,
Com a ajuda da confraria,
Barro Vermelho em Rio Pardo,
Estratégia e valentia,
E aos acordes da vitória,
O nosso hino nascia.


A epopéia dos lanchões,
que Garibaldie empreendeu,
Com bois, cavalos e coragem,
O adverso venceu,
Na invasão de Laguna,
Anita ele conheceu,
E desta união de ideais,
O mundo nunca esqueceu

Na carta de Alegrete,
De idéias houve guerra,

Nenhum comentário:

Arquivo do blog