Hora Certa

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Sete das principais matérias que fiz em 2009, que jamais poderei esquecer

A entrevista com uma menina, que com apenas 13 anos já podia ser chamada de ‘veterana’ no mundo da prostituição. Conversei durante tempo com a garota. Linda e inteligente, mas dominada pela tristeza. Lembro muito bem dos olhos grandes, castanhos, cheios de esperança. Das unhas roídas e do casaquinho rosa. Acho que nunca vou esquecer o jeito daquela menina e do quanto ela queria ser salva.
De um morador de rua. Já fiz várias matérias sobre moradores de rua, mas daquele pobre homem não esqueço. No dia que conversei com ele, estava todo machucado, deitado no chão. Mesmo assim me disse que se sentia livre. Depois chorou muito. Falou dos filhos, da ex mulher, dos sonhos perdidos e da certeza de que nunca mais sairia das ruas. "Escolhi meu destino, menina."
Fiz as fotos, a redação foi de Ana Carolina Azevedo. É impossível esquecer a expressão no rosto dos pais dos três irmãos Kasmiriski que morreram atropelados na rodovia RS-444.

Da mãe, que sozinha cuidava do filho com deficiência mental. A pobre mulher era viúva, estava com depressão e sem um tostão para comprar comida e remédios para ambos.

A cobertura da Feira do Livro de Bento Gonçalves foi também um dos momentos que mais me deu prazer em 2009, afinal estava entre as coisas que mais amo na vida - livros, escritores e leitores.
Da doce Catarina, uma cachorrinha que foi abandonada porque não tinha movimentos nas pernas. Mas graças a ação da APABG, a pequena foi salva e quando fiz a matéria estava na terceira cirurgia e se recuperava muito bem.

*As matérias foram veiculadas no Jornal Serra Nossa

Nenhum comentário:

Arquivo do blog